fbpx
Fugir dos juros altos é mais simples do que você imagina

Fugir dos juros altos é mais simples do que você imagina

Fugir dos juros altos que comprometem o orçamento é um objetivo em comum de muitos brasileiros. Neste artigo, iremos te mostrar as 3 melhores dicas para sair dessa emboscada.

As taxas de juros no Brasil são (e sempre foram) elevadas. A falta de concorrência entre os bancos faz com que empréstimos e financiamentos possuam juros altos, muitas vezes insustentáveis ao tomador.

Além disso, as linhas de crédito mais populares no país, como o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito, são justamente as mais caras.

Não é à toa que, segundo o SPC, temos 62 milhões de brasileiros com nome negativado. Pensando nisso, elencamos as 3 melhores dicas para que você consiga sair dos juros altos e acabar com as dívidas.

Mantenha distância do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito.

Um dos maiores vilões para a saúde financeira dos brasileiros são os juros praticados por essas duas modalidades de crédito e a falta de transparência das instituições bancárias. As taxas sobre dívidas no cheque especial chegam a mais de 150% ao ano, enquanto no rotativo do cartão de crédito podem ultrapassar os 300% ao ano.

Muitas vezes, o cliente nem é devidamente comunicado sobre sua dívida em tais modalidades, uma vez que o crédito já é pré-aprovado. Assim, sem saber exatamente de sua situação, ele pode demorar para sair dos juros altos, o que prejudica seu orçamento.

Por isso, é fundamental:

  • Analisar o seu “fluxo de caixa pessoal”, ou seja, quanto entra e quanto sai todo mês. Isso vai te dar uma boa noção da quantia que você está apto a gastar nesse período, evitando excessos e a necessidade de pegar empréstimos caros para tampar esses buracos.
  • Ficar de olho no tamanho da fatura do cartão de crédito, de modo que você não seja pego de surpresa e caia no rotativo do cartão de crédito, que cobra juros abusivos.
  • Criar uma reserva financeira para ser usada em caso de emergências e/ou imprevistos, eliminando a necessidade de contrai dívidas para honrar tais compromissos.

Fique atento aos financiamentos de imóveis e carros.

Fazer um financiamento para conseguir comprar um carro ou a casa própria é uma prática comum entre os brasileiros. No entanto, fique atento para os seguintes itens:

  • as condições sob as quais será feito o financiamento (por exemplo, taxa de juros da operação, prazo de pagamento, modo de cobrança e tarifas cobradas). Saber exatamente a respeito de cada um desses itens vai evitar possíveis mal-entendidos na hora da contratação, o que poderia causar grande prejuízo ao contratante do financiamento.
  • veja se realmente há a necessidade de fazer um financiamento. Pode ser que seja mais vantajoso esperar que as contas voltem ao equilíbrio e que você consiga juntar uma quantia maior de dinheiro para comprar o carro ou a casa, podendo conseguir condições melhores de financiamento.
  • avalie as taxas: segundo o Banco Central, as taxas médias de financiamento de automóveis no Brasil estão entre 1% e 5% ao mês, mas a maioria gira em torno de 1% e 2%. Já para crédito imobiliário, o juros médio fica entre 8% e 10% ao ano. Essa é uma boa referência para comparar as diferentes opções e saber quais estão destoando do mercado.

Trocar suas dívidas significa acabar com juros altos

As modalidades de crédito com menores taxas e maior segurança, como o empréstimo consignado público e privado, permitem ao tomador “trocar as suas dívidas”.

Em outras palavras, a pessoa que está endividada a juros altos, como os do cheque especial, do cartão de crédito e do empréstimo pessoal, pode pegar um empréstimo consignado, que possui taxas muito baixas, e usar esse montante para quitar suas dívidas de juros altos.

A Unit oferece crédito consignado para funcionários privados com parcelas e taxas de 4x a 8x mais baratas. No final das contas, o tomador consegue sair dos juros altos e assumir juros muito menores com o crédito consignado. Logo, será muito fácil para ele acabar com as dívidas.

Gostou dessas dicas? Se esse tipo de conteúdo te interessa, fique de olho nos outros conteúdos do blog e nos acompanhe nas redes sociais instagram.com/somosunit.

Para conhecer nossa plataforma, visite https://www.somosunit.com.br.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
× Whats App